Gabriel Wickbold

@gabrielwickbold
Rio de Janeiro | Brasil | 1984

Fotógrafo autodidata, sempre em contato com diferentes expressões artísticas, tornou o experimentalismo base de sua pesquisa. Em seu trabalho transforma o modelo em instalação, usando o corpo como tela. Sua produção destaca conflitos do homem contemporâneo, como a sexualidade, em “Sexual Collors” (2010), a natureza, na série “Naïve” (2012), o envelhecimento – “Sans Tache” (2014), – o sufocamento causado pela conectividade, em “I_AM_ON_LINE” (2016), e recentemente, “I am Light” (2018). Em janeiro de 2016, inaugurou a Gabriel Wickbold Studio & Gallery, um espaço multidisciplinar focado na fotografia contemporânea, com exposições mensais, promovendo intercâmbio entre artistas de diversas nacionalidades.

Gabriel Wickbold

@gabrielwickbold
Rio de Janeiro | Brasil | 1984

Fotógrafo autodidata, sempre em contato com diferentes expressões artísticas, tornou o experimentalismo base de sua pesquisa. Em seu trabalho transforma o modelo em instalação, usando o corpo como tela. Sua produção destaca conflitos do homem contemporâneo, como a sexualidade, em “Sexual Collors” (2010), a natureza, na série “Naïve” (2012), o envelhecimento – “Sans Tache” (2014), – o sufocamento causado pela conectividade, em “I_AM_ON_LINE” (2016), e recentemente, “I am Light” (2018). Em janeiro de 2016, inaugurou a Gabriel Wickbold Studio & Gallery, um espaço multidisciplinar focado na fotografia contemporânea, com exposições mensais, promovendo intercâmbio entre artistas de diversas nacionalidades.

Séries